quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Desculpe-me mas não consigo intitular esse momento



Um cigarro
Uma Vodka
Eu preciso espairecer
Preciso sair daqui
Preciso fugir de mim

Preciso ver meus problemas voarem na fumaça de um cigarro
Preciso sujar meus pulmões de PAZ
Preciso queimar com álcool minha angustias

Não me importa o certo
Não me importa a Lei
Eu só que fugir...
Da realidade, do dia-a-dia, de mim mesma
Não me importa o que pensem

Traga-me, por favor, eu preciso
De um cigarro
De uma Vodka

9 Descarregos:

Desnuda disse...

Manu,

Ansiedade, desassossego, angústia causam este estado emocional. Mas passa logo. Espero mesmo que o mais rápido possível.Há o limite do insuportável e por isso, de tão profunda e esticada esta linha acaba por se romper naturalmente.

PS: Cigarro esta nos meus dedos rsrs. Vodka não.


Beijos com carinho querida.

Desnuda disse...

Manu, obrigada pelo carinho! Beijos

A.S. disse...

Manu,

Súbito, em nós tudo se confunde,
somos um só pássaro, um só rumo, o mesmo vôo...
Conjugação a dois do mesmo verbo
alcançando o êxtase...

Beijos...
AL

★★ GIZA ★★ disse...

oi.
passando para avisar que meu blog death angel vai ser excluido. me segue no meu outro blog, o amor imortal.assim poderemos manter o contato.
beijos

mulher lua disse...

Para ti wodka, para mim whisky, ok?

Veijios

Willian Martins disse...

=)

Eloh Queiroz disse...

existem momentos em que só um vicio alivia outro. O vício de estar em desespero, em nostalgia, em angustia,em inacção espiritual, é aliviado com outros vícios. Cigarro, vodka, conheço bem, quando a gente faz mal ao corpo, parece fazer à alma, nao temos culpa das consequencias desse mal.

Gonzo Sade disse...

Só precisa disso, senhorita funéria?

Natural.Origin disse...

Um cigarro
Uma Vodka

~~~~

|_|


:)