terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Semelhança


Quando já não suporta
Precisa expelir sua lava
Machuca a muitos mas
Só assim ele se acalma

7 Descarregos:

Iana disse...

Manu, minha linda flor...

É, tão bom sentir o carinho dos amigos tão pertinho de nós, mesmo que a distância nos priva de estarmos juntos!

A dor, essa é sempre permitida para sim valorizarmos melhor a vida!

Beijos doces da sempre rosa amiga
Iana!!!

A.S. disse...

Manu...

Tal como o vulcão, não reprimas no teu peito teus sonhos, teus desejos, tuas fantasias!... são lava incandescente que quer arder livremente!!!

Beijos!
AL

Desnuda disse...

Querida Manu,

somos assim! Titulo, ilustração e poema perfeitos!

Obrigada pelo carinho das palavras vindas do coração, Manu. Tenho imenso por você!

Beijos com carinho linda flor

O Profeta disse...

Mas porque raio vejo em tudo
A musica sempre presente
Porque umas vezes me faz triste
Outras me deixa contente?

E fui cantador de prosas sem rima
E fui tenor de palavras sem sentido
Cantei invenções e perdidos sonhos
E nisto não fui um cantador contido

Cantei-te a vida que vivi
As coisas que me fazem sofrer
Neste palco ninguém morre
No aplauso julguei esquecer...


Doce beijo

★★ GIZA ★★ disse...

oi querida
obrigado por visitar meu cantinho
fico feliz que tenha gostado
seguindo por aqui
beijos

Desnuda disse...

Manu,

Natal Feliz junto aos que ama. Beijos com carinho.

mulher lua disse...

Óptima estadia neste 2011, Manu!

Veijios